Bence Loksa
Bence Loksa
Bence Loksa é estudante de direito, jornalista freelance e aspirante a lançador de esportes eletrônicos da Hungria. Ele joga League of Legends há 10 anos, dedicando milhares de horas ao jogo. Ele também joga Valorant e Smite desde seus betas fechados, e recentemente se interessou por Call of Duty. Ele começou a seguir os esportes esportivos em 2015, quando Unicorns of Love se qualificou para o EU LCS.

Valorant: Sentinelas lutam por suas vidas na primeira partida

O elenco do Valorant para os Sentinels posam para a câmera com as camisetas dos times
Partilhar no Twitter
Tweet
Partilhar no Facebook
Compartilhe
Share on reddit
Reddit
Compartilhar no email
Email

A primeira partida do Grupo B foi definitivamente um banger com FURIA lutando contra TenZ e companhia.


O dia 1º de dezembro marca o início dos primeiros campeões do Valorant, com a primeira partida do Grupo C e as duas partidas de abertura do Grupo D concluídas no primeiro dia. Fnatic venceu Cloud9 Blue em uma série próxima, enquanto Vision Strikers fez um rápido trabalho de FULL SENSE e Team Vikings venceu Crazy Racoon por 2-0 também.

O segundo dia da fase de grupos trouxe algumas das maiores surpresas, já que o Team Secret perdeu por 13-0 depois de vencer a primeira partida da série contra o Gambit Esports e, finalmente, perder o terceiro mapa após o rolo compressor. A segunda partida do dia foi um tipo diferente de inesperado, já que os Sentinels da equipe de NA tiveram que lutar muito contra o FURIA.

O primeiro mapa começou com uma seqüência de vitórias de 5 rodadas para o time LATAM, mas os Sentinels encontraram algumas mortes por embreagem e alguns desarmes atrevidos em Ascent para alcançar nzr e seus companheiros de equipe. O primeiro tempo terminou empatado, pois o FURIA só venceu mais uma rodada após as cinco primeiras, mas conquistando a vitória na rodada de pistola após a troca. Eles conseguiram ganhar a rodada de bônus também, mas depois disso foi Sentinels-city, pois empatou em 8-8, e então venceu a partida por 13-9 no Ascent.

Gambito de FURIA

Com a liderança nas mãos e o melhor mapa com o Breeze chegando, o Sentinels teve confiança para fechar a série, mandando o FURIA para a eliminatória com uma derrota por 0-2. Eles começaram muito bem, vencendo o round de pistola, mas então FURIA começou outra seqüência de vitórias de 5 rounds como se não fosse nada, colocando os Sentinels em uma desvantagem significativa.

Independentemente do que o time de NA tentasse, o time da LATAM os fechou com elegância, liderando a partida por 8-4 antes da troca. No entanto, a mudança de lado causou estranheza ao ShahZaM e à sua equipa, pois começaram a vencer jornada após jornada, mesmo depois de o FURIA ter ultrapassado a marca dos 10 pontos. Mas nenhum snipe ou empurrão inteligente foi o suficiente para diminuir a diferença, e a Seleção Brasileira empatou a série.

Haven era o mapa decisivo da partida, e os Sentinels não estavam brincando. Depois de duas primeiras rodadas fracas nos mapas 1 e 2, eles foram dominantes na defesa, garantindo uma vantagem de 9-3 na primeira metade do jogo. Depois foi a vez de atacar, com 12 pontos e os jogadores da LATAM com apenas 4. Mas FURIA ainda não estava pronto para desistir, partindo para outra seqüência de vitórias de 5 rounds, chegando a 12-9 no mapa decisivo da série.

Mas depois de um tempo limite dos Sentinels, a equipe de NA conseguiu terminar o que começou e venceu sua primeira partida dos 2021 Valorant Champions.

As primeiras partidas do primeiro Campeonato Mundial de tiro tático da Riot Games foram um banger, com as equipes lutando tanto quanto se esperaria no evento mais importante do ano. Mas quem vai ficar com tudo no final?

▰ mais Valorant Notícias

▰ Últimas notícias de esportes

PUBLICIDADE